AVROS Corporation

Comunicação comercial nos EUA

  • A melhor mensagem do mundo não ajuda se não for devidamente entendida pelas pessoas que você quer convencer.
  • Comunicação comercial nos EUA é por escrito.
  • Por mais reuniões que você tenha com clientes americanos, negócios são regidos pelo conteúdo documentado.  O que foi dito tem pouco valor.
  • Escreva para quem NÃO te conhece.  A decisão de aceitar (ou não) suas propostas pode depender de quem nunca conversou em pessoa com você, portanto seu sucesso depende dos materiais escritos que você distribui.

Erros que destroem sua mensagem

  • Conteúdo mal direcionado ao público-alvo.
  • Conteúdo com informações desnecessárias ou irrelevantes.
  • Conteúdo apresentado na sequência errada.
  • Ênfase no layout gráfico (e não no conteúdo).
  • Fatos misturados com opiniões.
  • Tradução feita ao pé da letra.
  • Pressupor que o leitor conhece o Brasil.
  • Unidades de medida que o leitor não utiliza.
  • Gírias, expressões e abreviações que o leitor não conhece.

Recomendações

Se seu negócio inclui contatos com americanos, comunicar-se de forma apropriada é um dos melhores investimentos existentes.  Isso é fundamental na comunicação comercial utilizada em cenários "business to business" (B2B) e "business to government" (B2G), que avaliam compras de forma mais objetiva e quantitativa do que consumidores (estes utilizam critérios mais emotivos e subjetivos).

  • Apresentações em inglês: seja presencial, por videoconferência ou em pessoa, o conteúdo escrito (tipo PowerPoint) é o que será lembrado.  Seus slides e handouts devem comunicar a mensagem completa, mesmo para quem não assiste a palestra.  A plateia esquece o que escutou mas lembra do que leu e do que você entregou.
  • Seu website em inglês existe para você ser encontrado, ser confiado e ser contatado.  Seu website deve transmitir confiança, ou o vistante o abandona rapidamente.
  • Nos EUA, sua comunicação é feita por documentos - muitos dos quais, pela sua importância, são "essenciais" e tem objetivos bem específicos.

Comunicação direta

Muito de sua seriedade e profissionalismo é transmitido através das mensagens escritas (correspondência e email) que você envia nos EUA.  Alguns pontos-chave:

  • Layout: estabeleça e siga um padrão de uso de parágrafos e sentenças.
  • Formato de email: plain text em lugar de html; assinatura simples só com nome, telefone e endereço de email; remover o texto de mensagens anteriores; só um endereçado em "To...",  os outros vão no "Cc...".
  • Formato de cartas: cabeçalho simples mas bem delineado; rodapé com dados de contato; papel de alta qualidade.
  • Documentos importantes são enviados por courier (FedEx, UPS, DHL), não dobrados.
  • Tamanho padrão de cartas e documentos nos EUA é "Letter" (8,5 x 11 polegadas).  É um pouco diferente do tamanho A4 utilizado no Brasil e na Europa.
  • Conversas por telefone, Skype, videoconferência ou em pessoa, devem ser devidamente documentadas por escrito após sua conclusão, portanto estabeleça quem faz a ata.
  • A maneira correta de participar de um telefonema ou de uma reunião inclui estar pronto para anotar o que for necessário.
Central Park - NY
Central Park em New York, olhando em sentido sul
note o Metropolitan Museum of Art (ao sul do lago).  Esse museu é um dos locais
mais maravilhosos de NY para visitar, se possível passe um dia inteiro lá.