APOIO US

Comunicação comercial nos EUA

  • A melhor mensagem do mundo não ajuda se não for devidamente entendida pelas pessoas que você quer convencer.
  • Comunicação comercial nos EUA é por escrito.
  • Por mais reuniões que você tenha com clientes americanos, negócios são regidos pelo conteúdo documentado.  O que foi dito tem pouco valor.
  • Escreva para quem NÃO te conhece.  A decisão de aceitar (ou não) suas propostas pode depender de quem nunca conversou em pessoa com você, portanto seu sucesso depende dos materiais escritos que você distribui.

Erros que destroem sua mensagem

  • Conteúdo mal direcionado ao público-alvo.
  • Conteúdo com informações desnecessárias ou irrelevantes.
  • Conteúdo apresentado na sequência errada.
  • Ênfase no layout gráfico (e não no conteúdo).
  • Fatos misturados com opiniões.
  • Tradução feita ao pé da letra.
  • Pressupor que o leitor conhece o Brasil.
  • Unidades de medida que o leitor não utiliza.
  • Gírias, expressões e abreviações que o leitor não conhece.

Recomendações

Se seu negócio inclui contatos com americanos, comunicar-se de forma apropriada é um dos melhores investimentos existentes.  Isso é fundamental na comunicação comercial utilizada em cenários "business to business" (B2B) e "business to government" (B2G), que avaliam compras de forma mais objetiva e quantitativa do que consumidores (estes utilizam critérios mais emotivos e subjetivos).

  • Apresentações em inglês: seja presencial, por videoconferência ou em pessoa, o conteúdo escrito (tipo PowerPoint) é o que será lembrado.  Seus slides e handouts devem comunicar a mensagem completa, mesmo para quem não assiste a palestra.  A plateia esquece o que escutou mas lembra do que leu e do que você entregou.
  • Seu website em inglês existe para você ser encontrado, ser confiado e ser contatado.  Seu website deve transmitir confiança, ou o vistante o abandona rapidamente.
  • Nos EUA, sua comunicação é feita por documentos - muitos dos quais, pela sua importância, são "essenciais" e tem objetivos bem específicos.

Comunicação direta

Muito de sua seriedade e profissionalismo é transmitido através das mensagens escritas (correspondência e email) que você envia nos EUA.  Alguns pontos-chave:

  • Layout: estabeleça e siga um padrão de uso de parágrafos e sentenças.
  • Formato de email: plain text em lugar de html; assinatura simples só com nome, telefone e endereço de email; remover o texto de mensagens anteriores; só um endereçado em "To...",  os outros vão no "Cc...".
  • Formato de cartas: cabeçalho simples mas bem delineado; rodapé com dados de contato; papel de alta qualidade.
  • Documentos importantes são enviados por courier (FedEx, UPS, DHL), não dobrados.
  • Tamanho padrão de cartas e documentos nos EUA é "Letter" (8,5 x 11 polegadas).  É um pouco diferente do tamanho A4 utilizado no Brasil e na Europa.
  • Conversas por telefone, Skype, videoconferência ou em pessoa, devem ser devidamente documentadas por escrito após sua conclusão, portanto estabeleça quem faz a ata.
  • A maneira correta de participar de um telefonema ou de uma reunião inclui estar pronto para anotar o que for necessário.

USA3

Apresentações nos EUA

  • Onde se nota a preparação (ou a falta dela) de uma iniciativa nos EUA é na qualidade do material utilizado em apresentações - sejam presenciais ou online (tipo webinar).
  • Cada apresentador tem suas preferências e sua maneira de fazer palestras, seja para grupos maiores ou menores; não há uma maneira "ideal" aplicável a todas situações.
  • Idioma: seja realista quanto à sua fluência; se você tem dificuldade, busque alternativa.
  • Mesmo que o palestrante não tenha boa fluência em inglês, é possível fazer uma boa apresentação (especialmente para grupos menores), se o conteúdo visual (PowerPoint) estiver bem preparado.
  • O contrário não é verdade - se o conteúdo visual estiver mal feito, o sucesso da palestra fica comprometido, mesmo com boa apresentação oral.

Recomendações

  • Faça o texto do material visual ser auto-explicativo - ou seja, é entendido até por quem não assistiu a palestra.
  • Entregue cópia impressa do material (com anexos, se for o caso) a cada membro da plateia.
  • Se necessário, exija NDA (Non-Disclosure Agreement) e/ou mantenha a devida reserva quanto à confidencialidade.
  • Se ajudar, prepare o texto escrito em inglês e português.  Isso é muito útil quando se prevê discussão detalhada em torno do conteúdo.
  • Materiais em arquivo: entregar em pdf e não em doc ou ppt.
  • 1 a 3 minutos de fala por slide.
  • É preferível ter um número maior de slides do que inserir informação demais em um. Cada slide deve ter no máximo 3 ou 4 afirmações.
  • Inclua dados de contato em TODOS slides e em TODAS páginas de seus handouts.  Se o material é criação sua, também inclua o símbolo de copyright (©) no rodapé.

USA1

Handouts

  • Entregue sempre cópia dos slides, para que a plateia não se esqueça do que você falou.
  • Tabelas ficam ilegíveis (de longe) se tiverem muitas colunas ou linhas.
  • Se tabelas detalhadas fazem parte da apresentação, inclua no slide só os dados chave, e entregue a tabela completa com os handouts.
  • Perfil da empresa (Corporate Profile): descreva sua área de atuação, seu leque de produtos, a magnitude dos mercados servidos (no Brasil e no exterior) e suas vantagens competitivas.
  • Cartão de visitas: escreva seu endereço de forma que possa ser entendido por americanos; evite abreviações e siglas brasileiras (Av, Trav, CEP, no., etc.) e indique o que a empresa faz.  Utilize letras de tamanho legível - um bom teste é enviar uma cópia do cartão por fax, para confirmar que pode ser lido claramente.
  • Documentos comerciais: saiba quais os critérios (objetivos e subjetivos) utilizados na decisão de compra, e enfatize suas vantagens nesses critéros.
  • Se bom atendimento pós-vendas é importante, explique como será feito.
  • Se prazo de entrega é importante, indique a localização de seus estoques e sua metodologia de entrega.
  • Sempre proteja a propriedade intelectual (Copyright) de todo seu conteúdo.
  • Em catálogos, folhetos e materiais promocionais, inclua dados de contato em todas páginas.  Se for o caso, indique como obter amostras, demonstrações e cotações.
  • Data Sheets: siga as unidades de medida utilizadas no ramo; tenha aspecto visual simples, lógico e atraente.  Evite afirmações subjetivas e não comprováveis ("melhor do mundo", "resolve todos seus problemas").

USA5

Tradução para inglês

Quando uma empresa brasileira atua nos Estados Unidos, uma grande parte do que ela divulga e transmite é baseado em conteúdo utilizado no Brasil.  Todavia, nem sempre esse conteúdo é adaptado adequadamente aos hábitos e expectativas de um público-alvo que sabe pouco (ou quase nada) sobre a realidade do Brasil.

Esse processo de tradução e "localização" (adaptar ao local do leitor) é importante (reduz filtragem entre o emissor e o receptor do conteúdo) mas é difícil de fazer, pois exige conhecer tanto a realidade do emissor como a do receptor.  Outra peculiaridade: poucas pessoas no Brasil dominam inglês ao ponto de saber se uma tradução "localizada" foi bem feita ou não.

Transcriação

Transcriação é um termo utilizado em marketing e significa a adaptação de um texto de um idioma para outro - mas mantendo sua intenção, estilo, tom e conteúdo.

Também pode ser denominada "tradução criativa", "cross-market copywriting", "adaptação internacional", "internacionalização", "localização" e "adaptação cultural".  O propósito é entender a essência da mensagem e recriá-la eo outro idioma.

USA2Comentários e recomendações

Abaixo relacionamos algumas melhores práticas a serem adotadas em traduções inteligentes, baseadas em nossos mais de 40 anos nos Estados Unidos.

Abreviações

  • Evite abreviações como I'm, don't, won't, can't.  São aceitáveis em conversas, mas é mais sutil escrever I am, do not, will not, cannot.
  • NUNCA use I'm gonna e I wanna.  Use I am going to e I want to.
  • NUNCA use abreviações brasileiras: americanos não sabem que R é Rua, que Trav é Travessa, que "no." é número, e que s/n é "sem número".

Siglas

  • Explique as siglas que você utilizar: americanos não sabem que CEP é código postal nem que DF é Distrito Federal.
  • Sempre que possível explique siglas técnicas associando-as a itens similares nos EUA.  Por exemplo, na menção de ANVISA, pode ser útil mencionar que é um órgão com funções similares ao FDA (Food and Drug Administration) americano.

Falsos cognatos

  • Um sintoma de tradução mal feita é a inclusão de falsos cognatos.
  • São palavras idênticas ou bem similares mas que têm significados diferentes em cada idioma.
  • Por exemplo, "actual" (em inglês) não é "atual" (em português); "industry" não é "indústria"; "audience" não é "audiência"; e "pretend" não é "pretender".
    Quer mais exemplos? visite http://sk.com.br/sk-fals.html.
  • Note que pode ser que os termos tenham significado igual, mas não é o mais comum.  Por exemplo, assume e assumir podem significar a mesma coisa, mas assume (em inglês) é mais utilizado como pressupor, e assumir (em português) é mais utilizado como aceitar (assumir responsabilidade).  Attitude (em inglês) é mais usado como predisposição, já atitude em português é mais utilizado como ação (tomar atitude).
  • Essas são minhas opiniões (do René), e sem dúvida há quem pense diferente.  Em casos que pode haver dúvida, recomendamos utilizar sinônimos ou explicar o sentido da palavra.

Substituir

  • Substituir X por Y, em português, quer dizer: remover X e colocar Y.
  • Substitute X for Y, em inglês, quer dizer: remover Y e colocar X.
  • Replace X with Y, em inglês, quer dizer remover X e colocar Y.

Endereços

  • Hoje em dia seu endereço só é mesmo utilizado para entregas de correspondência (pelo correio ou courier) e volumes (caixas ou itens maiores), ou no caso de visita em pessoa.
  • É provável que empresas americanas (com as quais você tem contato) queiram seu endereço para fins de cadastro, com campos prédefinidos.  Em caso de dúvida, deixe claro o que é nome da rua, o que é número, o que é cidade, sigla de estado e código postal.
  • Nos EUA se escreve:
    [número] [nome da rua], [suíte ou apartamento]
    [cidade], [sigla do estado] [código postal]
  • Exemplo:
    300 Colonial Center Parkway, Suite 100
    Roswell, GA 30076
  • Nos EUA, o código postal é sempre precedido pela sigla do estado: se você escreve CEP 12345, um americano entende "CEP" como sendo a sigla do estado em que você está.  Para evitar mal entendidos, OU você indica em qual estado você está, OU você escreve São Paulo, SP 04123.
  • Se você tem endereço com muitas palavras e/ou acentos, pode valer a pena ter uma Caixa Postal para fins de correspondência.

Absolutos

  • Evite termos absolutos tais como como completamente, completo, tudo, todos, total, integralmente, máximo, absolutamente, etc., pois nos EUA suas afirmações serão entendidas literalmente.
  • A não ser que seja literalmente verdade, não diga "resolvemos todos seus problemas", "pesquisamos todos aspectos", "corrigimos todos defeitos".
  • Por exemplo, se você diz que "tratamos desse assunto com atenção completa", isso quer dizer que os outros assuntos você trata com atenção incompleta?

Inglês americano x inglês europeu

  • Note que, existem diferenças entre o inglês americano e o da Inglaterra.
  • Exemplos: License e organization (EUA); Licence e organisation (Inglaterra).

Fatos x Opiniões

  • Super importante deixar claro quando uma afirmação é opinião ao invés de fato.
  • Se você diz "nosso produto tem mais durabilidade que o competidor XYZ", deixe claro se isso é baseado numa comparação técnica imparcial (factual) ou se é apenas uma opinião sua.

Long Beach, California

Unidades nos EUA

Nos EUA são utilizadas unidades diferentes das que são utilizadas no Brasil, e as maneiras de escrever certos dados também não são iguais.  Exceto em determinados setores, o sistema métrico ainda é pouco utilizado nos EUA.  Portanto, quando se trata de unidades de medida nos EUA, SEMPRE se certifique que você está se comunicando corretamente.

Datas

Se a data é indicada de forma numérica, nos EUA se escreve "mês/dia/ano".  Em formulário nos EUA, a data deve ser mês/dia/ano, a não ser que esteja indicado diferente.

  • Nos EUA, 11/10/2018 é 10 de novembro de 2018.
  • No Brasil (e na Europa), 11/10/2018 é 11 de outubro de 2018.
  • Recomendação séria: sempre escreva o nome do mês COM LETRAS - para certificar que a data seja sempre entendida corretamente.

Distância

  • Distância é medida em milhas (miles).
  • Uma milha tem 1,6 km (pouco mais que um quilometro e meio).
  • 1 quilometro = 0,621 milhas (miles).
  • 1 milha = 5.280 pés = 1,609 km = 1.609 metros
  • 1 milha náutica = 6.076 pés = 1,852 km = 1.852 metros

Área

  • Áreas maiores, como a área de uma cidade, são indicadas em milhas quadradas (square miles).
  • 1 milha quadrada = 2,59 quilômetros quadrados.

Área (imóveis)

  • Áreas de terrenos são expressas em "acres" ou em jardas quadradas (square yards) ou em pés quadrados (quare feet).
  • 1 acre = 4.840 jardas quadradas = 43.560 pés quadrados = 4.046,82 m².
  • Áreas construídas são expressas em pés quadrados
    (square feet), que é indicado sf" s.f. ou ft².
  • 1 m² = 10,764 pés quadrados (square feet).

Comprimento (medida linear)

  • Comprimento é medido em pés e polegadas.
  • Um pé é "1 foot"; dois pés diz-se "2 feet".
  • Uma polegada é um "inch".
  • Pé e escrito ft. ou '.
  • Dica: nos EUA, saiba sua altura em pés e polegadas.
  • Polegada é escrito in. ou ".
  • 1 pé = 1' = 12" = 30,48cm.
  • 1 polegada = 1" = 2,54cm.
  • 1 centímetro = 0,3937 polegadas (inches).
  • 1 polegada = 2,54 centímetros.
  • 1 pé = 12 polegadas = 30,48 cm.
  • 1 metro = 39,37 polegadas = 1,0936 jardas (yards).
  • 1 jarda = 3 pés = 36 polegadas = 0,9144 metros = 91,44 centímetros.

Polegadas em frações

  • A polegada é dividida em frações em lugar de decimais (herança dos ingleses).
  • Por exemplo, "duas polegadas e meia" pode estar escrito 2.5" ou 2½".
  • Cuidado, você pode encontrar (por exemplo) 51/2" ou 5 1/2";
    isso não é "51 dividido por 2", mas sim "5 polegadas e meia".
  • Divisão em 8 partes: muita coisa nos EUA é dividida frações de quatro, oito ou 16.
    Agradeça aos ingleses.

Áreas (menores)

  • 1 cm² = 0,1550 polegadas quadradas (square inches).
  • 1 m² = 1,196 jardas quadradas (square yards).
  • 1 m² = 10,764 pés quadrados (square feet), um pouco menos que onze.

USA2

Peso

  • Peso em geral é medido em libras.
  • Escreve-se lbs. mas fala-se "pounds".
  • 1 lb = 453 gramas; 1 kg é aproximadamente 2,2 libras.
  • 1 libra (pound) = 0,45359237 kg.
  • Dica: nos EUA, saiba seu peso em libras.
  • Peso de coisas pequenas é indicado em onças.
  • 1 onça corresponde a 28,3 gramas. Escreve-se "oz." e se lê "ounces".
  • Uma libra tem 16 onças.
  • Cuidado: também há onças de volume.
  • Nos EUA uma tonelada tem 2.000 libras, ou seja, 906kg.
  • 1 short ton = 2.000 libras = 907,20 kg (usada nos EUA).
  • 1 long ton = 2.240 libras = 1.016 kg.
  • 1 tonelada métrica = 2.204,16 libras = 1.000 kg.

Volume

  • Volume de líquidos é medido em galões.
  • Galões escreve-se "gallons" ou "gal.".
  • O preço de gasolina (em postos) é expresso em dólares por galão.
  • Um quarto de galão ("quart") é medida comum para alimentos e líquidos (leite, sucos, tinta, etc.).
  • Um galão tem cerca de 3,8 litros (pouco menos que 4 litros).
  • Um quarto de galão ("quart") tem 32 onças fluídas. Escrevendo: 1 qt. = 32 fl.oz. (fluid ounces).
  • Cuidado: "onças" (não é o animal) podem ser de peso ou de volume.
  • Cuidado: um galão na Inglaterra é um pouco maior do que o galão americano.

Velocidade

  • Velocidade de automóveis são expressas em milhas por hora.
    (Multas de excesso de velocidade também são).
  • Velocidade de barcos e aviões é expressa em knots (nós - milhas náuticas por hora).

Temperatura

  • Temperatura é medida em graus "Fahrenheit" (indicado por °F).
  • A conversão é um pouco esquisita: T(°F) = [T(°C) x 1,8] + 32.
  • 212 °F = 100 °C.
  • 32 °F = 0 °C.
  • Você sente mais frio quando venta: a expressão "wind chill" indica a temperatura aparente.
  • Nos EUA leve o inverno a sério, é mais frio do que seu congelador.
  • Previsão do tempo nos EUA: www.weather.com.  Existe aplicativo deles para smartphone.
Central Park - NY
Central Park em New York, olhando em sentido sul
note o Metropolitan Museum of Art (ao sul do lago).  Esse museu é um dos locais
mais maravilhosos de NY para visitar, se possível passe um dia inteiro lá.